motocontinuo
busca no site
Segunda-feira, Setembro 30, 2002
22:04 . Chico
chico pudim

Ah, sim, a melhor foto da seqüência foi na verdade tirada pela namorada. Ele não é lindo?
[ link ] [ ]
21:49 . Tentativas frustradas de fotografar um cão impossível
tentativas

Outro dia eu me dediquei por um bom tempo à difícil missão de fotografar um cão impossível. O Chico é o cachorro do meu irmão, um lindo filhote de golden, brincalhão e com muita energia... energia até demais. Como eu queria tirar as fotos sem flash e ele não fica quieto por um segundo tive que fazer dezenas de tentativas até conseguir algumas razoáveis.
[ link ] [ ]
21:22 . Traficante mandou
Muito estranho tudo o que aconteceu no Rio de Janeiro hoje. Tem tanta gente que se beneficiaria com a desmoralização do governo Benedita que fica até difícil achar um culpado. Setores de direita, adversários políticos, os próprios traficantes injuriados com os maus tratos sofridos... sei lá.

Só sei que a partir de hoje eu descobri uma desculpa perfeita para tudo o que eu fizer de errado. Faltei à aula? O traficante mandou! Cheguei atrasado no trabalho? Ordens do tráfico, que me mandou ficar na cama até as 10. Policial me pegou falando no celular no trânsito? Sabe o que é seu guarda, é que o traficante acabou de me ligar e me obrigou a bater um papo enquanto dirigia! Saí da dieta e chutei o balde? Mais uma vez ordem do traficante que me obrigou a comer toda aquela feijoada e beber toda aquela cerveja. Uma coisa é certa: se o traficante mandou eu não tenho como dizer não.

Já imagino o sujeito chegando em casa depois de uma noitada na farra, bêbado e com mancha de batom no colarinho: "Querida, não sabe o que aconteceu. Um bando do comando vermelho apareceu no escritório e me obrigou a ir para um happy hour muito louco... eu juro... eu até tentei sair mais cedo, mas não deu."
[ link ] [ ]
20:50 . Lavagem cerebral
charge de 1995 mostra edir macedo em ação

Campanha mais pobrinha, mas de igual importância: Crivella não!

A eminente eleição do Bispo Crivella, da Rosinha e de vários deputados ligados à Igreja Universal é de deixar qualquer pessoa sã de cabelo em pé. Crivella é sobrinho do Edir Macedo, gente finíssima, que conduz com mão de ferro uma das mais lucrativas instituições de exploração da fé e está envolvido em uma lista imensa de falcatruas.

Fritz Utzeri escreveu um ótimo artigo no JB de domingo sobre como política e religião não se misturam ou, pelo menos, não deveriam se misturar. Segue um trecho.

"Dentro desse espírito, estranharia muito se encontrasse as armas da República no altar-mor de uma igreja qualquer. Simplesmente não seria adequado. Mas a cruz no plenário é café pequeno ante o que estamos assistindo cada vez mais: a politização do fundamentalismo religioso. É mais e mais comum - a começar por um candidato à presidência - a manipulação religiosa na campanha. Anthony Garotinho, um verdadeiro Aiatolinho, diz e promete qualquer coisa e usa a sua inequívoca experiência de comunicador para fazer um estranho mix evangélico-demagógico-socialista que vem lhe rendendo um considerável capital político, cerca de 15% do eleitorado, e crescendo a ponto de ameaçar o segundo lugar do candidato oficial.

Os fluminenses correm para eleger ao Senado o ''bispo'' Crivella, da controvertida Igreja Universal do Reino de Deus, cuja única proposta política é um mal explicado projeto agrícola no Nordeste e o bordão de que se deu certo lá, dará certo no Rio. O que, exatamente, não é claro. Senadores não são eleitos para criar e administrar projetos agrícolas. Outro postulante ao Senado, com inequívoco viés religioso, é apontado como candidato in pectore por Garotinho & Garotinha. Trata-se do 111, mais um pastor. Entre os candidatos a deputado pululam os ''bispos'' e um deles chega a gritar ''vamos evangelizar o Brasil!'' no horário eleitoral. Os eleitores são informados de que votarão num representante do poder civil para que saia por aí pregando o Evangelho. Nada contra, desde que o Erário fique prudentemente afastado dessas práticas.

Misturar religião com política não dá bom caldo. Sempre que as duas se juntam, a liberdade sai pela janela. Religião é questão de fé, de adesão incondicional, de aceitação de dogmas e verdades que em geral estão além da razão comum do homem. Religião fala de esperanças, de recompensas ou medo de castigos numa vida futura, que transcende em muito a política. Sobre política é possível conversar, negociar, abrir mão temporariamente de algumas convicções para ganhar terreno mais tarde. É possível transigir."
[ link ] [ ]
15:15 . Boato
Este weblog está fechado por ordem dos traficantes.
[ link ] [ ]
00:07 . Chega de Garotinhos
rosinha não

Woody Allen pode até gostar de uma garotinha, mas tem horror ao Garotinho. Cara inteligente que é, já apoiou a campanha Rosinha Não.
[ link ] [ ]
Domingo, Setembro 29, 2002
23:22 . Rotina em Jeri
Finalmente disponibilizei algumas das fotos de Jericoacoara na Rotina, infelizmente pouca coisa razoável se salvou. Essas fotos foram meio mal tiradas na primeira andada pela praia, enquanto a máquina ainda funcionava e a maré estava baixa. Tem mais algumas fotos no arquivo.
[ link ] [ ]
23:19 . Aeroporto de mosquito
Apesar de pequeno, o Aeroporto de Fortaleza tem uma arquitetura interessante e ainda está novinho, mas nunca na minha vida eu vi um lugar público com tanto mosquito. Não consegui entender de onde eles vinham, mas tinha dezenas de mosquitos pousados nas vitrines das lojas, em baixo das mesas, no check in, no embarque... uma loucura. Com a quantidade de mosquito e turista transitando pelo saguão parece que a terra do Ciro tá querendo arrumar uma epidemia de dengue pra se coçar.

Em tempo, na hora do embarque a segurança não me pareceu tão eficiente e não me apresentaram nenhuma listinha de objetos que não poderia carregar na bagagem de mão. Da próxima vez eu levo meu cortador, tiro um naco afiado da minha unha do dedão do pé e uso como uma arma letal.
[ link ] [ ]
23:07 . Excursão da Telemar
Quando fui embarcar no aeroporto do Rio fui apresentado a uma listinha de objetos que eu não poderia entrar no avião carregando na minha bagagem de mão, entre eles um cortador de unhas e uma pinça de sombrancelhas. Tudo bem, eu acho um hábito horroroso cortar as unhas durante o vôo, mas fiquei pensando como aquilo poderia ser uma arma letal. De qualquer jeito quando o assunto é avião qualquer segurança a mais é bem vinda.

Sou um neurótico de avião. Verifico umas dez vezes se o meu celular está desligado, passo os olhos nas normas de segurança e costumo me segurar bem na hora de pousar, como se fosse adiantar alguma coisa. Para meu desespero, o vôo de volta parecia uma excursão de colégio. Um grupo de executivos da Telemar - logo de onde - veio conversando em alto volume, grande parte do tempo em pé no corredor ou virado de costas na cadeira. Como se não bastasse, alguns deles ligaram seus laptops assim que o avião decolou e começaram a fazer PPTs em grupo, se recusando a obedecer as ordens do comandante de desligar os computadores quando nos aproximávamos de Salvador. O comissário teve que ordenar pessoalmente e os crianções ainda demoraram a desligar, fazendo pirraça. Quando o comissário virou de costas eles ainda ficaram em pé no corredor quase até o avião tocar o solo. Umas gracinhas. Dá para entender bem porque a minha linha telefônica é uma merda.
[ link ] [ ]
22:39 . Poluição
Final de semana de barulho eleitoral nas praias do Rio. Em Ipanema o tal do André do PV, que já espalhou galhardetes com sua carantonha em milhares de postes da cidade, colocou uma caixa com som eletrônico na maior altura em pleno Posto 9. Pelo visto poluição sonora e visual não estão no programa do candidato.
[ link ] [ ]
22:21 . Drogas, trapaças e dois canos fumegantes
Eu sei que todo mundo amou Cidade de Deus e que vão me odiar por não ter gostado. Vou ser bem objetivo ao listar o que não gostei, inclusive porque não vou acrescentar nada novo sobre o filme.

Para começar acho um erro fazer um filme de aventura e com piadinhas sobre uma questão tão grave. Me senti mal com as pessoas rindo no cinema de situações tão cruéis quanto o dia-a-dia dos moradores da favela. Achei os efeitos especiais hiper modernosos enjoativos e desnecessários. Tipo, câmeras girando, filme que se acelera e fica e câmera lenta, filtros coloridos, tela dividida em duas ações distintas, pausar a cena para "nomear" capítulos, cortes rápidos para simular representar repetição de acontecimentos... parece um checklist de efeitos de um filme moderninho ou de um vídeo clipe. Aliás, a estética me lembrou muito o Snatch e o Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes do Guy Ritchie. Pra que tanto hype? No mais, o didatismo do narrador incomoda, explicando tim-tim por tim-tim para as classes altas e pros gringos como funciona o tráfico, como num livro "tráfico for dummies". Não acho que o filme tenha apresentado nada de novo, nada que choque como todo mundo tem falado. É um retrato de uma realidade que, convenhamos, tá todo dia nos jornais e que todo mundo que vive no mundo real sabe que acontece às vezes de forma muito mais cruel. Basta dar uma olhadela na capa do O Povo em qualquer banca de jornal ou ouvir os tiros toda noite em uma favela próxima. É um retrato sem emoção, sem profundidade.

É claro que o filme tem suas qualidades, algumas cenas interessantes e boa técnica, mas nada ali me deixou com a sensação de estar vendo algo novo ou até mesmo um grande filme. É favela hypada pra gringo ver, pra entreter classe média entre um saco de pipoca e outro e tentar conquistar o máximo da ambição do cinema nacional: uma estatueta do Oscar. Fico triste em pensar que é assim que a criminalidade e as relações em uma favela carioca vão ser entendidas por aí, quando na verdade são muito mais profundas e complexas do que este filme de aventura.
[ link ] [ ]
Quinta-feira, Setembro 26, 2002
15:15 . Ah, e antes que eu me esqueça
rosinha não
[ link ] [ ]
14:43 . Chabu
A minha máquina digital resolveu me pregar uma peça e quebrou logo no primeiro dia de viagem. Tentei entrar em contato com a Olympus mas o diagnóstico era mesmo que ela precisaria ir para uma assistência técnica. Choraminguei a viagem toda por não poder tirar fotos digitais e descontei tudo na máquina de filme. Aliás, não quero nem ver o quanto vou gastar para revelar todas as 468 fotos que eu e a namorada tiramos.

Para a minha surpresa ela voltou a funcionar sozinha quando cheguei aqui no Rio. Parece que ela teve alguma aversão ao clima cearense ou simplesmente surtou pela quantidade de fotos que eu tirei por minuto desde a minha chegada em Jeri. Infelizmente só tenho algumas fotos em digital que depois eu vou disponibilizar ali na Rotina. Depois eu escaneio mais algumas pra mostrar um pouco da paisagem do lugar.
[ link ] [ ]
14:40 . Voltei
Jeri é tão lindo quanto dizem. Não sei se é mesmo uma das dez praias mais bonitas do mundo, mas acho que é a mais bonita que já fui. É um lugar mágico por uma série da fatores.

Para começar pela praia linda, que tem quilômetros de trechos desertos - todos demarcados como área de proteção ambiental - e outros com bares que servem peixes frescos e cerveja gelada sob a sombra de imensos coqueiros, acompanhados de boa música. A mistura de paisagens é inacreditável, com dunas de areia fina, mangues, formações rochosas, morros, mangues secos, lagoas de água doce, caatinga, calangos, coqueiros, cabras, cajueiros, jegues, carnaúbas, cachorros e cavalos. O pôr do Sol também é inesquecível e diariamente uma multidão de turistas sobe na grande duna para assistir o espetáculo e celebrar o fim do dia, como um ritual de adoração ao Sol. À noite o espetáculo era da Lua, que nascia laranja e cheia logo após os últimos raios de Sol e iluminava as ruas da vila - com chão de areia e sem iluminação artificial - ao ponto de não precisarmos usar lanternas para andar. Geralmente venta muito nessa época, o dia inteiro, e o movimento das sombras das nuvens sobre as dunas iluminadas pelo luar cria um efeito indescritível. Noutros dias a Lua demorava mais a nascer e milhões de estrelas que não vemos há anos na cidade grande se revelavam para nosso deleite.

Além de tantas belezas naturais o lugar tem uma culinária caprichada com bons restaurantes - grande parte operada por gringos e paulistas - nos quais a gente pode comer uma maravilhosa peixada cearense tradicional ou boas pizzas e crepes refinados. A noite também é animada e mistura no mesmo forró turistas alemães e peões cearenses, em um clima de cordialidade raramente visto nas cidades grandes. Aliás, o povo da região merece reverências como um dos mais simpáticos que já conheci. Uma simpatia natural e humilde.

Enfim, a viagem foi perfeita, a companhia perfeita e o lugar maravilhoso. É impossível não cair no clichê de dizer que deu vontade de não voltar nunca mais para o Rio. Recomendo para todo mundo que quiser descansar, curtir uma lua de mel ou até mesmo para curtir uma noite bacana. Ah, e quem quiser dar um pulo lá é só me escrever que tenho várias dicas para dar.
[ link ] [ ]
Domingo, Setembro 15, 2002
23:36 . Jericoacoara
jericoacoara

Este blog vai ficar alguns dias sem atualização enquanto eu me perco pelas dunas de Jericoacoara. Quando eu voltar tem mais... se eu voltar.
[ link ] [ ]
Sábado, Setembro 14, 2002
01:51 . Drummond falado
Está sendo lançada uma coleção de quatro CDs de poesias do Drummond declamadas por personalidades, entre elas Chico Buarque, Arnaldo Antunes e Paulo Autran. Outros nomes da lista me assustaram: Pelé, Martha Suplicy e Aécio Neves, que eu saiba, não têm nada a ver com teatro ou poesia e podem muito bem assassinar os versos do poeta. Vamos ver.

Enquanto isso eu recomendo o maravilhoso "Carlos Drummond de Andrade por Paulo Autran" da Coleção Poesia Falada. Drummond recitado por quem entende.
[ link ] [ ]
00:46 . Praça XV
praça xv

Uma panorâmica da chegada da barca na Praça XV. Ficou um pouco ruim porque o Sol estava contra, a minha máquina é automática e a barca - obviamente - estava em movimento, mas dá pra ter uma idéia. Clicando você vê maior.
[ link ] [ ]
00:43 . Toque de recolher
As ruas daqui da região estão desertas como eu nunca vi. Ontem às 22hs não tinha uma viva alma na praça em frente à minha casa e nas ruas adjacentes. É um toque de recolher não declarado pelos traficantes que cada um se impõe por puro medo.
[ link ] [ ]
00:37 . Atenção motoristas
O candidato Dornelles já voltou a assombrar a Linha Vermelha com sua carantonha impressa em um gigantesco banner. Dirijam com cuidado!
[ link ] [ ]
Quarta-feira, Setembro 11, 2002
02:03 . 9/11
tourist guy

Minha sincera homenagem a esta vítima do atentado ao wtc, desaparecido desde então. Um clipe relembra os melhores momentos do turista, este amigo que participou da última ceia e da sububa de bibeirão breto.
[ link ] [ ]
01:58 . Um dia de silêncio
Pelo que eu entendi, os bloggeiros americanos vão ficar um dia sem postar em homenagem às vítimas do atentado. Bem, pelo menos o blogger vai ficar mais rápido por um dia... e a web um pouco mais inteligente.
[ link ] [ ]
01:42 . Um ano
Me explica uma coisa, o que especificamente mudou no mundo após 11 de setembro?
[ link ] [ ]
01:33 . Blogrolling
Mais uma ferramentinha simpática que ajuda na arte de postar. O Blogrolling é para aqueles que, assim como eu, têm em seus weblogs uma lista de outros sites e uma imensa preguiça de editar o HTML para incluir e editar links. Eu não testei, mas pelo que eu entendi ele automatiza esta listinha e você só precisa entrar no sistema deles para fazer as alterações através de uma interface amigável. Uma coisa interessante é que ele coloca um asterisco ao lado dos links para indicar os sites que foram atualizados mais recentemente, além de criar um ranking dos sites mais linkados - que serve para massagear os egos dos bloggeiros mais carentes.

Por outro lado a popularização dessa ferramenta vai acabar com uma das minhas maiores diversões, que é surfar através do meu relatório de acessos pelos sites que me linkam. Hoje eu descobri que estou sendo linkado pelo seguinte blogrolling, mas não dá para saber quem é o dono.
[ link ] [ ]
Terça-feira, Setembro 10, 2002
15:20 . ICQ recuperado
Eu tinha comentado aqui sobre o roubo do número do ICQ do Rafael por um pretenso hacker playboyzinho da Barra mas esqueci de contar os desfecho da história. O UIN foi recuperado e está são e salvo nas mãos do seu dono por direito. Mesmo estando nas zuropa o Ira usou de uma malandragem bem brasileira para recuperar o UIN, provando que o mané da Barra não era nem um pouco esperto.

Em tempo, o Ira é o criador do Growroom, um site maneiríssimo sobre o cultivo caseiro de cannabis.
[ link ] [ ]
14:49 . Bolete
Confira a agonia de uma empresa pontocom no weblog coletivo Passaralho.
[ link ] [ ]
Segunda-feira, Setembro 09, 2002
20:22 . Eram oito Titãs numa casa...
Corrigindo, o Titãs agora é um octeto de cinco.
[ link ] [ ]
11:20 . Nurembergue
Dizem que durante o vendaval da madrugada de sábado o dirigível da polícia carioca atingiu uma velocidade de 124km/h e patrulhou rapidinho uma área que vai daqui até o litoral do Paraná. Foi quando finalmente parou de ventar e o aparelhinho conseguiu voltar para o Rio.
[ link ] [ ]
11:19 . Político que voa
de uma queda foi ao chão

Ultimamente eu estava com mais medo de andar pela Linha Vermelha do que o normal. Nada a ver com os traficantes e bandidos que atacam à luz do dia e sob o nariz do dirigível da polícia, acho que já estou acostumado com este risco. O que acontece é que, com a proximidade das eleições, a via foi cercada por verdadeiras muralhas de outdoors exibindo números, promessas e rostos bem pouco confiáveis. Na onda do lucro fácil, as empresas de placas abusaram da conivência do prefeito - que aliás aluga inúmeras delas para exibir mais uma candidata-clone - e os espaços publicitários ilegais se multiplicaram na via. A usual vista das favelas da região foi revestida por Garotinhos, Rosinhas, Sivucas, Moreiras, Recarey Júnior, Crivellas, César Maia, Dornelles... carrancas fantasmagóricas de figuras que assombram a política carioca exibindo suas plásticas de Photoshop. Figuras que surgem a cada curva e fazem a gente encarar o risco diário de cruzar a via temerosos, segurando forte a carteira e pisando fundo no acelerador, com saudades de quando ela era freqüentada apenas pelos bandidos de sempre.

A festa durou pouco. Se o vendaval que varreu o Rio na madrugada de sábado deixou um rastro desolador por toda a cidade, na Linha Vermelha ele teve um saldo positivo. Numa verdadeira faxina, a ventania derrubou grande parte dos outdoors - priorizando os irregulares - e deu um sumiço nos galhardetes que se penduravam nos postes e cercas. Não há notícia do que aconteceu com as mais de seis faixas gigantescas - penduradas de forma completamente irregular em andaimes e contâiners - que exibiam a cara de malandro do careca Dornelles, mas acredito que a esta altura elas já estejam revestindo o telhado de algum barraco. Justiça social. Mais do que isso, os fortes ventos tiveram cara de justiça divina, como se em um filme bíblico Deus aparecesse no meio das núvens e resolvesse soprar com toda força para punir os políticos por suas promessas vazias e os donos das centrais de outdoors por sua ganância desenfreada. Não anunciarás.

É claro que é questão de tempo para tudo voltar ao normal, mas que ver cenas como as da foto acima dá gosto isso dá.
[ link ] [ ]
Sexta-feira, Setembro 06, 2002
18:06 . Terra Ofertas em Slow Motion
o terra ofertas correndo para resolver o meu problema

A minha novela da compra no Terra começou relativamente feliz. Fiz a compra na madrugada da quinta para sexta (9/08) e paguei com depósito bancário. O sistema funcionou bem, assim como o atendimento online para tirar dúvidas. O produto, um IPAQ 3650 chegou dia 14/08, um dia após o prazo de três dias prometido pelo site, mas tudo bem.

Após dois dias de uso o aparelho deu defeito. Liguei para a Compaq e eles me disseram para ligar para o Terra e pedir para trocar. Liguei e um atendente simpático me disse que, sem problemas, o aparelho seria trocado no início da semana seguinte. Eles resolveriam meu problema rápido e eu estava satisfeito.

Não foi o que aconteceu. Tomei cuidado de deixar gente de plantão em casa esperando o produto, mas ele não chegou no começo da semana como prometido. Dia 21, no meio da semana seguinte, eu liguei para averiguar o que estava acontecendo e qual não foi a minha surpresa quando eu descobri que o pedido ainda nem tinha sido processado. Tinha sido enviado para o setor de ?Logística? para ser ?analisado? e eles ainda não tinham dado uma previsão de quando o produto seria trocado. Ou seja, após o dia em que eles tinham prometido trocar o aparelho eles ainda estava ANALISANDO como iam faze-lo. Brilhante. Liguei inúmeras outras vezes mas a resposta era sempre a mesma. O curioso é que a loja parece ter um bom sistema de CRM com todo o meu histórico de interações com a loja, mas a interação interna - do setor de atendimento com o setor de logística - parece não existir. Tentei falar com uma gerente mas os atendentes não deixaram.

No dia 29/08 ? vinte dias após a compra e 13 dias após notificar o defeito ? eu liguei mais uma vez para tentar obter alguma notícia. O atendimento foi inacreditável. O atendente após me deixar esperando por 15 minutos voltou com a mesma história e, antes que ele falasse tudo eu cortei o que ele dizia, indignado, alegando que há mais de 10 dias eu estava ouvindo a mesma resposta. Ele se irritou e me cortou com grosseria ?eu posso terminar a frase?? Chocado, eu deixei que ele terminasse de me dizer exatamente o que eu já tinha ouvido de pelo menos 4 outros atendentes: que eu ligasse depois porque eles ainda não tinham uma resposta. O diálogo que se seguiu é digno de uma transcrição:

DS: Eu queria falar com a gerente.
AT: Ela não está no momento, peço para você ligar mais tarde.
DS: Ela nunca está né? Eu não vou ligar não, peça para que ela me ligue então.
AT: Eu posso até deixar recado, mas não garanto que ela vá ligar não.
DS: Ah é? Pois eu não garanto que eu não ligue para o Procom!
AT: Tudo bem!
DS: Anh? Quer dizer que tudo bem?
AT: É um direito seu.
DS: Ah, que maravilha. Qual o seu nome mesmo?
AT: Fulano de tal.
DS: Então tá bom Fulano, muito obrigado hein? Pede para a sua gerente me ligar tá?
AT: *click*

O atendente simpático desligou na minha cara. Nesse dia eu tive a nítida sensação de que o Terra Ofertas estava, na verdade, me fazendo de palhaço. Não preciso dizer que a gerente nunca me ligou. Pelo contrário, o palhaço aqui é que ligou, obedientemente, uma hora depois. Dessa vez eles tinham uma resposta, me entregariam o aparelho dali a uma semana, dia 4/9.

Muito bem, dia 4/9 eu fiquei em casa esperando o aparelho. Exatamente 21 dias após eu ter notificado o defeito do aparelho. Nada. No dia seguinte eu também fiquei de castigo esperando. Nada. No final do dia eu liguei de novo para o Terra. Depois de gritar muito eu consegui falar com a tal inatingível gerente. Qual não foi a minha surpresa quando ela me disse também que não sabia o que tinha acontecido, que tentaria entrar em contato com o departamento de Logística e que eu ligasse no dia seguinte.

Hoje eu liguei novamente e pedi para falar diretamente com a gerente. Ela ainda não tinha notícias. Tentou contactar o departamento de Logística e me deixou esperando no telefone e após um tempo pediu então para me ligar dali a cinco minutinhos já que a Logística tentaria entrar em contato com a transportadora para descobrir porque o aparelho não chegou. Não ligou mais.

Para a minha surpresa, às 17:00 hs ouvi o meu nome sendo gritado na rua. Dois homens sinistros acenavam com o pacote do Terra. Perguntei para eles se eles tinham que levar o aparelho defeituoso e eles disseram que não. Pensaram um pouco, giraram as folhas da papelada e disseram que, pensando bem, tinham que levar sim. Achei suspeito, mas não é mais problema meu. Assinei a nota de recebimento e quando perguntei a data do dia para datar o recebimento um dos caras me tomou a nota, disse que estava atrasado e que dataria depois. Após uma pequena enrolação para definir quais vias das notas ficariam comigo eles partiram em seu caminhão sujo e lento.

Esta foi a última imagem que eu tive do Terra Ofertas e é a que ficou na minha retina. Uma empresa confusa, com funcionários mal treinados, sem compromisso ou respeito com o consumidor. Se vocês querem um conselho amigo, mantenha seu cartão de crédito longe desta loja virtual. Do contrário, você só comprará aborrecimento real.
[ link ] [ ]
02:28 . História x Espigão
o paço e a candido

Uma vez caminhando com uns turistas pelo centro dio Rio eles me perguntaram se a mistura de estilos arquitetônicos era algo planejado. Expliquei que não, muito pelo contrário, era devido à total falta de planejamento.

Só mesmo em um país como o nosso seria permitida a construção de um trambolho como este, erguido para a faculdade Cândido Mendes, no meio do centro histórico que foi berço da cidade e sede do império. O prédio em primeiro plano na foto é o Paço Imperial, uma das poucas construções que sobreviveram daquela época. Ele é cercado por este espigão preto atrás, um viaduto horroroso na frente (que destrói todo o centro do Rio) e por um caixote espelhado construído recentemente pela Bolsa de Valores. É de chorar.

Em tempo, no Paço está rolando a exposição Caminhos do Contemporâneo 1952-2002 que está imperdível.
[ link ] [ ]
02:09 . Cidade de Deus (e do mercado)
Se o tráfico de drogas não fosse uma atividade ilegal, o bandido Zé Pequeno seria um visionário? Seria um empresário antenado com as técnicas de guerra utilizadas pelos empresarios de hoje em dia? Seria ele capaz de cortar cabeças com a mesma frieza que um engravatado edita um Excel e decide a vida de centenas de pessoas? Esse é o tema da coluna do Eugênio Bucci no JB desta semana.
[ link ] [ ]
Quarta-feira, Setembro 04, 2002
03:43 . O acaso vai me proteger enquanto eu andar distraído
A frase acima é da baba Epitáfio, escrita após à morte de um dos integrantes do Titãs e, definitivamente, muito depois da morte musical e criativa de todo o resto da banda. Uma coisa que eu não entendo nessa letra é se ela faz uma menção direta à causa mortis do Marcelo Frommer ou se foi uma distração do compositor. Afinal o guitarrista morreu atropelado enquanto andava distraído por uma avenida de São Paulo.

Já fui fã da banda, mas desde que eles cantarolaram "Domingo" eu perdi totalmente o respeito pelo octeto de seis. Atualmente eu acho que o Paulo Miklos como cantor é ótimo ator, Toni Belotto é um cara de sorte e a melhor coisa que o Branco Mello já fez foi a enteada dele. Quer dizer...
[ link ] [ ]
03:08 . A história se repete
Minha professora sempre falava que a gente tem que estudar história para aprender com os erros do passado e não repetí-los no futuro. Quando eu li pela primeira vez sobre a Alca, imediatamente a frase "A América para os americanos" voltou à minha cabeça. Ela era lema da Doutrina Monroe, um pacto similar proposto pelos EEUU há mais de cem anos. Procurei na internet e outras pessoas já tinham feito esse paralelo, sendo que deste texto eu tirei o trecho abaixo.

"Essa 1ª Conferência dos Estados Americanos teve como escopo a implementação da Doutrina Monroe, adensada pela proposta dos Estados Unidos de formar com os demais Estados do hemisfério a União Aduaneira Americana , mediante recíprocas concessões tarifárias, de modo a alijar a competição da Grã-Bretanha e de outras potências industriais da Europa.

A Doutrina Monroe, sintetizada no lema ''a América para os americanos'', funcionou como justificativa ideológica para essa pretensão econômica e comercial dos Estados Unidos, que então se tornavam a primeira potência industrial do mundo. A sua aplicação, aliás, é uma seqüência de recordações amargas para o continente.

O Brasil monárquico não apoiara o projeto da união aduaneira continental, mas, enquanto a conferência se realizava em Washington, o marechal Deodoro da Fonseca, estreando os golpes militares, instituiu a República, no episódio de 15 de novembro de 1889. A discrepância entre os regimes políticos acabou. O Brasil republicano alinhou-se com os Estados Unidos. Contudo, a união aduaneira continental não se concretizou.

Os delegados da Argentina e do Chile rechaçaram esse projeto por permitir a ''suserania econômica e comercial dos Estados Unidos sobre toda a América e romper quase que totalmente as relações comerciais com a Europa''. Os Estados Unidos empreenderam então uma mudança de tática e procuraram negociar, separadamente, com cada país, em ações bilaterais, vários acordos de comércio que estipulavam, em diferentes escalas, recíprocas concessões tarifárias. O Brasil aceitou a oferta, com a esperança de obter virtual monopólio das vendas de açúcar ao mercado norte-americano.

O acordo, firmado 1891, prejudicou, porém, sua incipiente indústria e a oposição interna recrudesceu quando os Estados Unidos, logo depois, celebraram com a Espanha um convênio similar, favorecendo suas possessões no Caribe, Cuba e Porto Rico, também produtoras de açúcar. O Brasil perdeu todas as vantagens. Ameaçou denunciar o acordo e só não o fez, porque o café, principal produto de sua pauta de exportação, dependia do mercado americano e o presidente Benjamin Harrison - linguagem e ação duras constituem método antigo - ameaçou-o com represálias, inclusive o rompimento de relações diplomáticas."


É bom lembrar com quem estamos lidando.
[ link ] [ ]
02:35 . A América para os americanos
cédula

As perguntas acima estão sendo feitas na consulta popular sobre a participação brasileira na ALCA, a Área de Livre Comércio das Américas empurrada pelos EUA. O plebiscito é uma iniciativa de movimentos populares, militantes de partidos políticos, igrejas, sindicatos e entidades civis.

Embora muita gente não esteja nem aí, as definições sobre a ALCA são mais importantes do que as eleições presidenciais em si. O que os EUA estão querendo impor para a América Latina é a construção de um bloco econômico de livre circulação de mercadorias, bens e serviços, sem tarifas alfandegárias, englobando todo o continente americano. Ou seja, as indústrias americanas e brasileiras disputariam mercado sem nenhuma proteção. Seria mais ou menos como colocar um leão e vários gatinhos pra brigar pela sobrevivência dentro de uma jaula. Com a nossa indústria destruída, viraríamos novamente meros produtores de matérias primas para a nossa metrópole azul e vermelha, além de mercado consumidor de seus produtos manufaturados.

Um acordo desse tipo levaria à ainda maior submissão cultural de toda a América Latina, unificada pelo Inglês. Mais do que isso, a Alca intervem na economia dos países integrantes, desde uma inevitável dolarização das economias até a obrigatoridade de metas econômicas que impediriam a criação de políticas assistencialistas necessárias no nosso país. Também levaria a um retrocesso dos direitos trabalhistas brasileiros, nos obrigando a adotar o cruel modelo americano.

Mais ainda, com a integração e o fim do protecionismo nacional, ficarão facilitados o controle e o domínio da biodiversidade existente na Amazônia por parte das empresas transnacionais que vão usar, inclusive, das leis de patentes, já aprovadas na maioria dos países latinos, para legitimar a propriedade de milhares de espécies vegetais e animais existentes na região amazônica.

Infelizmente não é tão fácil descobrir na internet os endereços onde estão as urnas de votação. Provavelmente cada campus de universidade pública tem uma - aqui no Rio com certeza tem uma no IFCS (Largo de São Francisco, Centro) e no campus da Praia Vermelha da UFRJ. De qualquer jeito é um dever votar, pela soberania e futuro do nosso país.
[ link ] [ ]
02:13 . Genocídio
Todo mundo vai lembrar para sempre da queda das torres gêmeas. É um acontecimento daqueles que a gente lembra exatamente o que estava fazendo quando aconteceu e guarda a cena para o resto da vida . Não só porque foi um acontecimento importante, mas porque a imagem tem sido repetida à exaustão desde então. Há pouco menos de um ano as torres caíam e reapareciam na telinha em um ritmo frenético, como se mixadas por algum DJ maluco. Era difícil acreditar naquelas imagens. Eram tão reais que davam a impressão de ser mais um efeito especial de algum estúdio hollywoodiano.

Outras cenas, quando aparecem, dão a impressão de serem irreais. Não me esqueço das imagens da Guerra do Golfo, esverdeadas, mostrando luzes caindo sobre a cidade e produzindo mais luzes. Longe de uma guerra, parecia muito mais um vídeo game de segunda geração, Missle Command para ser mais exato. As cenas de bombardeios eram completadas com cenas diurnas das crateras produzidas na noite anterior. Geralmente com crianças árabes olhando assustadas, equipes de salvamento, quase nenhum corpo. O mesmo acontece com os massacres que os americanos têm promovido recentemente. O que é mostrado não gera nenhum choque comparado ao de 11 de Setembro. Exceto talvez pela morte do cachorrinho por armas químicas que devem ter deixado os mais "sensíveis" com lágrimas nos olhos.

Não sou partidário do choque não, acho que algumas imagens não precisam ser vistas se você tem consciência do que acontece no mundo, mas definitivamente sou contra ao choque unilateral e tendencioso promovido pela CNN e outros canais ocidentais. Ele dá a sensação aos desavisados de que a assim chamada "Liberdade Duradoura" comandada pelo presidente americano Ronald Golias não foi assim tão ruim. Afinal, alguns árabes tinham que pagar pelo grande mal que fizeram à América! Para quem pensa assim - e somente para estes - eu recomendo o clique neste site que mostra cenas reais do terror promovido pela nação que se entitula a mais democrática do mundo e pelo Reino Unido, seu parceiro puxa saco.

Achado no Pizza no divã.
[ link ] [ ]
Terça-feira, Setembro 03, 2002
02:34 . Stats
Lendo relatórios da minha sofisticadíssima ferramenta que contabiliza os visitantes do site descobri que 99% usam Internet Explorer. Já vivi tempos em que desenvolver para a web era mais emocionante.

Cheguei à conclusão de que o meu weblog tem o mesmo número de acessos há mais de um ano, não importando o que eu escreva. Aliás, quando eu deixo de atualizar muda pouca coisa.

Alguém chegou aqui buscando em algum lugar a frase "como ser um bom crente". Provavelmente não achou a resposta.

Descobri também que 2% dos meus acessos vêm da TIMNET. Valeu a força Newton!
[ link ] [ ]
02:31 . Em choque
Devo deixar registrado que o debate político que assisti hoje me deixou profundamente envergonhado e, por isso, não falarei mais neste assunto até me recuperar emocionalmente.
[ link ] [ ]
Segunda-feira, Setembro 02, 2002
22:15 . Dúvidas
Porque o Ciro fala interésses e não interesses? Porque o Serra fala errrrrrado, assim, cheio de erres? O Boris Casoy e o Serra tiveram aula com a mesma fonoaudióloga? O biquinho pelo menos é o mesmo...
[ link ] [ ]
17:50 . Malandro é gato que come peixe sem ir à praia
moreira da silva

Se fosse vivo, Kid Morengueira teria feito cem anos dia primeiro de abril. Na foto acima o malandro posa para os cliques de Leo Aversa.
[ link ] [ ]
17:50 . Vibrador Deluxe
O site Fucking Machines não é popriamente um site de utensilhos domésticos maneiríssimos para uma cozinha moderna. Pra vocês não terem que ir lá eu vou tentar explicar o conteúdo. Os caras criaram máquinas de... hmm... fazer amor e gravam vídeos... digamos... eróticos com... err... moças sentindo... como dizer... prazer ao usar o maquinário. Mais do que uma nova tara, o sexo com máquinas é um sinal do nosso tempo. Exemplo obrigatório para qualquer estudioso do pós-modernismo.

Agora tara, tara mesmo, é você pegar uma Real Doll e colocar em uma Fucking Machine. É o cúmulo do voyeurismo.
[ link ] [ ]
17:45 . Contabilizando
e contando...

Enquanto o pau come, o Real desce e a inflação sobe junto com o desemprego. Pra você ter uma idéia, eu instalei o contador acima pra não perder a conta do número de amigos meus desempregados.
[ link ] [ ]
17:29 . Lula
Ah, faltou colocar o site do Lula. O design não é dos melhores, mas o que importa na hora de votar é o conteúdo, não é mesmo?
[ link ] [ ]
17:28 . Cara de Melão
A internet está tendo um papel importante nesta eleição de baixo nível. Pela primeira vez eu vejo os candidatos com websites tão bem feitos e estruturados, que servem como portais de disseminação de notícias tendenciosas como qualquer site pessoal. Mais do que isso, Ciro e Serra têm usados seus sites para trocar farpinhas como se fossem dois adolescentes. Aí que a gente vê que candidatos a presidência têm muito mais a ver com alguns bloggeiros da nossa "comunidade" do que a gente imagina. Eu proponho criar weblogs para os dois candidatos, podia até colocar uma ferramenta daquela de comentários para um atazanar o weblog do outro.

Para completar a criancice, Garotinho (sem trocadilhos) que está de fora da peleja também quer se embolar com os briguentinhos e hoje chamou o Serra de careca. O candidato tucano, ofendido, disse que hoje no debate vai chamar o demagogo carioca de "cara de melão" e falar que careca é a Patrícia Pillar. Não perco esse debate por nada no mundo.
[ link ] [ ]
arquivos
outros blogs
Mais de mim:
Contágio Criação
Meu Flickr
Minha Last.fm
Eyepunch
Camiseteria.com


Outros blogs:
Carne Víbora
Bonde Andando
Colagem
Feira Moderna
Humores de Dani Lima
Interlúdio
O Pio da Coruja
Matheus Day By Day
TelescÓpica
Três Redatores
Confessionário do Padre Levedo
SwissMiss


Outros links:
Carta Capital
Malvados
Random Images
Dashi's Journal